A tendencia é ser feliz!

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Administração em crise

Oieee!
Hoje quero falar sobre um assunto que anda esquentando a cabeça de um monte de gente, devido a crise que se instalou em nosso País, parece que as coisas estão cada dia mais complicadas.

Sou formada em Administração de Empresas, e a quase 1 ano ainda estou desempregada,

A coisa esta séria mesmo, por que antes eu era chamada pra entrevistas, mas infelizmente faz meses que ninguém me contata.

Antes de entrar no curso de Administração, pensei em outros cursos que pareciam bem mais atrativos pra mim e que eram muito mais a minha cara. Por exemplo; eu sempre amei decoração, era fissurada nessas revistas de  decoração, comprava várias, fazia coleções, sempre amei maquiagem, sempre fui muito vaidosa e moda então nem se fala, sempre amei estar na moda,(mas nos últimos anos a coisa ficou feia...) rs

Enfim, tive a chance de escolher outras áreas, mas aí me disseram; faz Administração, pois é um curso amplo que abrirá portas em diversas áreas.

Gente, fala sério, ainda não vi nem uma janela aberta, quanto mais uma porta.

Infelizmente aqui no Brasil temos um preconceito muito grande em relação as pessoas que passaram dos 30 anos, como se essas pessoas não pudessem ter uma nova chance, um recomeço ou uma nova oportunidade.

Gostaria de saber oque a idade influencia em sua capacidade, sendo que uma pessoa madura pode ser até melhor de contratar, ou seja, nessa idade a pessoa já casou, teve filhos, já passou por diversas situações em que não atrapalharia mais sua carreira.

Mas aí vem mais uma questão; porque raios um filho poderia atrapalhar uma carreira? Uma pessoa que tem uma família se torna ate mais responsável do que uma pessoa solteira e que não tem compromisso com ninguém. Não desmerecendo uma pessoa solteira, mas acho que todos tem a mesma capacidade e seus compromissos a cumprir.

Assisti a um filme recentemente onde um senhor de 70 anos era contratado como estagiário, aquilo me emocionou, me deixou feliz, poxa que alegria deve ser pra uma pessoa aposentada voltar a ativa, e se ela tem animo e folego pra isso porque não tentar?

Um vez sofri com esse pre conceito maligno, fiquei muito constrangida em uma entrevista pra uma grande revista, a vaga seria pra estagio na minha área, mas aí a recrutadora perguntou; porque a sra. na sua idade está em busca de um estágio?

Perai, Oi? Entendi direito?

Passei por diversas etapas pela empresa pra ouvir esse tipo de pergunta?
Me senti a velha de 100 anos de bengala buscando um emprego.

Mas e daí se eu encontrei a oportunidade que eu queria sendo estagiaria? Qual o problema em começar de baixo? Juro que sai da entrevista bem triste.

Acho que esse tipo de preconceito quanto a idade é um coisa cafona, ultrapassada, as empresas deveriam rever seus conceitos e começar a parar com esse pré- julgamento sobre as pessoas e se existe a vaga em aberto porque não dar a oportunidade, testar os conhecimentos dessa pessoa?

Sempre que busco vagas de empregos vejo que muitas vagas não são preenchidas a tempos, mas será que é só por que não temos profissionais capacitados, ou rola vários tipos de pré- conceitos em relação a contratação? Sabe que eu penso muito a respeito disso e tenho minhas duvidas...

Só acho que as empresas deveriam fazer uma reciclagem em relação aos seus conceitos e começar a dar oportunidade a quem realmente precisa e quer trabalhar, pois oque elas estariam perdendo em ensinar, dar um pequeno treinamento a novos colaboradores em novos cargos?

Acho que em meio a tantas crises aprendemos a ter resiliência, pois nos tornamos capazes de se adequar a qualquer situação, ou seja, temos a capacidade de nos adaptarmos facilmente a mudanças.

Só acho que todo mundo merece uma chance, todos!!!!

Pensem nisso.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá deixe seu comentário ♥