A tendencia é ser feliz!

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Nissei ou não sei?!

Engraçado eu falar sobre esse assunto aqui, mas meu filho mais velho desde pequeno sempre foi confundido com um mestiço, no inicio eu achava ruim, pois meu marido nem é japonês  nem somos parentes próximos de japoneses, e nem com a cultura deles, mas meu filho com aquele cabelinho pretinho, liso, com aquele rostinho redondo e aquele olhinho puxado parecia sim um mestiço.
Com o tempo ele foi crescendo e por si próprio começou a gostar de coisas relacionadas a cultura japonesa, aqui em casa todos nos gostamos de comida japonesa (oque não tem nada haver,rss...), mas ele começou a gostar de animes, desenhos japoneses, ou seja tudo mesmo relacionado a cultura Nipônica. Recentemente ele foi no bairro da Liberdade passear por lá, pois ele tinha fascínio em conhecer o lugar.
Eu acho interessante ele gostar dessas coisas, as vezes eu acho que ele passa um pouco dos limites, mas como tudo na vida da gente é uma fase...deixa ele viver as experiencias dele.
Esse ano ele vai completar 12 anos, pré adolescente (my god), já tem suas próprias escolhas, e pediu que eu fizesse pra ele uma festa de aniversário com o tema japonês, pior que eu tbm gosto desse estilo e fiquei toda animada, já estou procurando temas de festas japonês pra ter uma ideia do que fazer, sem querer acabo me envolvendo nas historias dele, acho até que eu fico mais animada do que ele..heheheh
Mas vamos ver oque dá pra fazer, ele faz aniversário em março, espero conseguir fazer oque ele quer, acho que vai ser muito legal.
Vamos ver, até lá eu vou ficar por aqui vasculhando tudo sobre esse mundo dos olhinhos puxados, oque a gente não faz prá agradar um filho...rss




bjos

Sayonara (tchau)


sábado, 12 de janeiro de 2013

Minha vida e a vida alheia

Olá!
Olha eu aqui de novo desabafando no meu cantinho...
Como diz minha mãe o meu blog só entra quem quer, quem me procura e o Facebook é aberto aos sete ventos, todo mundo vê tudo e comenta tudo!
A gente não tem como escapar né, principalmente por que a vida hoje é um livro aberto, escrevemos sobre nossa vida o tempo todo, parece uma coisa, não conseguimos deixar de dar uma satisfação virtual, ou comentar algo que o amigo escreveu, ou até deixar uma indireta para aquela pessoa que você não curte muito e que você acha que de algum modo está incomodando.
Essa semana tive uma desavença virtual e não achei nada legal, infelizmente as pessoas acham que podem comentar tudo que veem nas nossas paginas, acham que tudo que postamos são prá elas, e com isso acabam tomando atitudes precipitadas, isso me irrita tanto!!!
O chato de tudo isso é que vc acaba perdendo a amizade, as estribeiras, a educação e tudo mais pela frente, pois aja paciência com tanta ignorância.
O fato de postar uma frase não significa que seja prá mim ou prá alguém que eu conheça, significa que eu achei bacana, que senti uma força naquela frase, e isso não dá o direito de alguém tomar prá si, só se essa pessoa estiver com problemas comigo ou alguém e de repente achar que o tiro foi prá ela. Então nesse caso eu não posso fazer nada!
Mas isso não dá o direito de tomar conclusões sobre a minha vida e da minha família.
A internet é sim uma ferramente maravilhosa, mas quem não sabe usar acaba destruindo tudo em volta dela, destrói amizades, amores, confiança, respeito e muito mais.
Eu uso a internet prá falar com meus amigos, parentes, já conheci muita gente bacana pelo Facebook,  vivo vasculhando blogues de decoração, artesanato, coisas que encham meus olhos de alegria e não prá ficar infernizando a vida alheia.
Lógico que eu não sou santinha e que algumas vezes me irrito com certas situações e acabo abrindo a boca  prá falar sobre meu descontentamento, as vezes estou triste e deixo transparecer, mas prefiro sempre ficar na minha, choro sim as pitangas mas fico sempre de boa!
Não sou santa, mas tenho educação, respeito o limite de cada um, da mesma forma espero que sejam assim comigo.
Alias que eu não estou postando nenhuma alfinetada e sim um desabafo, coisinha básica e espero que entendam ok!rss




ps. obrigada por entrar no meu blog e ler meus posts, mas ficaria feliz se deixasse um recadinho cheio de carinho tbm..rss  bjos ♥






domingo, 6 de janeiro de 2013

Vai 2012 e vem um Ano novo!

                       Vou fazer um pequeno resumo de 2012;
Vamos lá, 2012 teve muitas novidades, teve reconciliação, brigas, choro, risadas, tristezas, perdas, estágio, semestres difíceis na faculdade, amor, brigas, novas amizades,amigas gravidinhas, progressos, filhos crescendo, magoas, afastamento, segredos...só eu sei oque esse ano significou pra mim e todos que me rodeiam. Não foi fácil chegar até aqui, ninguém nunca vai saber o que se passou na minha mente, oque eu senti em relação a algumas situações, oque tive que fazer pra viver a vida numa boa, oque omiti, do que desisti, o que tive que correr atrás, oque tive que aguentar prá que esse ano desse certo.

                                  
Apesar de tudo eu admito, foi um ano complicado sim e ao mesmo tempo espetacular, aprendi tantas coisas, aprendi a lidar mais com meus sentimentos, minhas tristezas, aprendi a engolir o choro e ser mais fortes em situações que dependiam demais de mim, aprendi o principal de tudo, aprendi a ser feliz!
Acabou mais um ano e percebi que eu cresci, sou melhor como pessoa, como mãe, esposa e filha.

Lógico que nem tudo muda na vida da gente, mas eu sei que tenho mais um ano pela frente prá me ensinar um pouquinho mais da vida, estou ansiosa prá começar de novo, que venham as novidades, os prazeres, as mudanças!

Não tenho uma lista de desejos, tudo que quero não precisa ser prá já, quero conquistar subindo degrau por degrau, sem pressa, no momento em que Deus me permitir.
Sou feliz por ter oque tenho hoje, o resto vem no tempo de Deus!

Um abençoado ano prá todos nós!!!