A tendencia é ser feliz!

domingo, 25 de dezembro de 2011

Feliz Natal!

Enfim o Natal chegou, para alguns foram dias de correria, compras e esgotamento total, prá mim foi um sossego só, comprei tudo antecipado, não fiz dividas (pq já tenho) ahahahaha, mas abafa o caso, foi tudo tranquilo graças a Deus! Como havíamos combinado de passar o Natal na minha mãe, fiz duas sobremesas, um pudim delicioso e uma salada de frutas que aprendi com a minha cunhada, e eu literalmente amo!!!
Mas tinha tanta comida que nem sei se as pessoas gostaram das minhas sobremesas, mas o importante é que eu provei e estavam ótimas!
O papai Noel não apareceu pessoalmente, mas deixou muitos presentes na árvore de Natal, que estava simplesmente recheada, meu Deus como as crianças da nossa Família foram privilegiadas, foi uma benção mesmo, tinha presente até prá quem chegou depois..hehehe foi uma festa!
O importante de tudo isso foi que conseguimos reunir muito mais pessoas da nossa família, pessoas que estavam distantes de nós, brigadas por algum motivo, se sentindo rejeitadas, ou mesmo sem tempo de se reunir, graças a Deus foi tudo uma benção.
Hoje no dia do Natal resolvemos ficar aqui em casa, estávamos tão cansados, precisávamos  tirar um dia prá dormir, e hoje o dia estava perfeito para isso.  Acordamos tarde, tomamos café da manhã tarde, brincamos com as crianças e seus brinquedos novos, tomamos muito sorvete e foi isso!

Não podemos esquecer que o verdadeiro motivo do Natal é o nascimento de Jesus, que ele possa reinar nos corações de cada um de vcs!

Ótimo finalzinho de Natal prá todos! bjos
Tati : ) Dê : ) De  : )  Bubu  : )

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

A primeira Formatura ele jamais vai esquecer...

Olá, olha eu aqui de novo..hehehe, hoje foi um dia mega especial, meu filho mais novo Bruno se formou na escolinha, pois vai passar do Jardim para o pré, uauuuuuu!rsrsrs
Pensa só na responsabilidade do meu bebê, ops meu mocinho...rsss
Quem lê meus posts sabe que eu sofri muito no inicio das aulas dele e ele também, pois não se acostumava na escolinha de jeito nenhum, ele chorava muito, cheguei a pensar em tira-lo da escola, por que não se adaptava de forma alguma.
Mas o tempo foi passando e graças ao meu bom Deus ele conseguiu se adaptar, mas passou tão rápido, nem acredito que ele vai passar prá outra fase, meus filhos estão crescendo muito rápido, o Denis está quase do meu tamanho, prestes a completar 11 anos, e o Bruno 5 anos, podem falar oque quiser de mim, mas sou mãe coruja sim!
Chorei litros na apresentação do meu pequeno, ainda mais quando eles cantaram uma musica em homenagem aos pais, foi muito lindo, passou um filme na minha cabeça sabe, e pensar que eu quase perdi ele quando era bebê, sofremos tanto por ele, e hoje ele ta lindo, inteligente, e participando da sua primeira formatura, o tempo passa muito rápido, e eu só posso dizer que tenho um imenso orgulho dos filhos que Deus colocou em minha vida, esses pequenos tesouros que em breve se tornarão homens lindos, com um monte de meninas atrás deles..hehehehe
Ai gente, olha eu aqui chorando de novo, hoje foi um dia muito feliz prá todos nós e eu quis compartilhar aqui mais um pouquinho da minha alegria.
Amo minha familia!




segunda-feira, 28 de novembro de 2011

O natal está chegando...

O Natal está ai,  ano passou tão rápido né?!
Vou começar a decorar minha casinha e logo coloco umas fotinhos aqui.
bjuss ♥

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Decorações e mimos.

Acho que eu nunca escrevi aqui sobre minha paixão por artesanato e tudo que seja relacionado a  decoração.
Amo artesanatos, adoro aqueles tecidinhos fofos de bolinhas, florzinhas, coraçãozinhos, aquela coisa meio do tempo da vovó, retro sabe?!rss

Herdei da minha mãe essa coisa de menininha, que gosta de tecidinhos, costurinhas, botões, de  inventar, simplesmente adoro!!! Sou de lua,  repente me dá um estalo e eu não quero sair da frente da minha maquina de costura (que ganhei da minha vó), começo a olhar na internet os artesanatos das amigas (flickr), ou então as revistas de artesanato que sempre ganho da minha mãe..rss ai eu me divirto com todos aqueles tecidinhos fofos que sempre acabo comprando. Estava eu procurando blogs de casas decoradas e cozinhas especificamente e encontrei um blog mega fofo da Ana Medeiros http://www.acasaqueaminhavoqueria.com/ ai acabei roubando umas fotinhos dela que simplesmente fiquei apaixonada com tantos mimos e lógico já estou pensando em copiar as idéias dela, de tanto que amei, já estou aqui  pensando em fazer prá colocar na parede que está meu computador, vai ficar fofo!
E agora com a minha cozinha reformada, vou ter muitas coisas prá fazer, já estou aqui com a cabeça a mil, doida prá comprar tecidinhos novos e fazer muitos mimos prá colocar nela.
Não vejo a hora de acabar essas provas prá poder me dedicar mais a minha casa, passei o feriado todo limpando toda a bagunça que os pedreiros deixaram da reforma da cozinha, mas valeu a pena, Deus é tão bom comigo e eu consegui deixar do jeito que eu queria, depois eu tiro fotinhos e posto aqui n blog.
Assim que eu tiver um tempinho vou fazer muitas coisas legais, muitos enfeites, ainda mais agora perto do Natal, adoooorooo! Volto em breve prá mostrar as novidades.

domingo, 30 de outubro de 2011

A Rainha do lar.

Querido diário...(brincadeira)rss
Olha eu aqui de novo, demorei mais voltei, ando numa correria louca, dia e noite, noite e dia..rss, tanto em casa, quanto no serviço e na faculdade, são trabalhos, obrigações diárias, aff ando tão cansada...
Mas apesar de todo esse cansaço eu estou feliz, minha vida do meio do ano prá cá deu uma boa mudada, hoje eu consigo ver as coisas acontecerem da forma que eu quero que seja, do jeito que eu sempre quis, lógico que ainda tem muita aguá prá rolar debaixo dessa ponte, mas eu já estou muito feliz com esse comecinho.
Uns dias atrás meu filho disse assim pra mim;
_Mamãe você nunca descansa?
Isso já era mais de meia noite, e eu tinha que dormir prá acordar cedo e ir prá faculdade, ai eu respondi prá ele;
_Filho a mamãe não tem muita ajuda de ninguém e por isso estou aqui uma hora dessas fazendo as coisas pra vocês não se complicarem no dia seguinte.
Ai quando foi essa semana ele me surpreendeu, ligou no serviço e disse que tinha lavado o quintal pra mim, que tinha juntado todo lixo da casa e jogado fora e que ainda ia lavar a louça.
Eu fiquei muito surpresa com a atitude dele, porque homens geralmente nem ligam pra esse tipo de coisa, mas  é ai que a gente vê que o nosso filho ta crescendo, quando eles começam a tomar atitudes por si próprio, achei o máximo, ele poderia ter esse clic sempre que possível, rsss.
Quando estou em casa eu sempre coloco todo mundo pra me ajudar, pensa que aqui eu sou a rainha, tenho um rei e dois príncipes, ou seja sou a mulherzinha da casa( no bom sentido), hehehe
Na casa da minha mãe sempre teve muitas mulheres, somos em cinco meninas, era tão fácil dividir as tarefas, por isso ainda to aprendendo a delegar tarefas aos meninos, não quero que meus filhos sejam meus empregados, mas que eles comecem a ter atitudes, isso que o Denis fez achei o máximo, eu sendo mãe dele me derreti.. :-)
As coisas mudam tão rápido, as crianças crescem muito rápido e a gente nem percebe, sempre peço a Deus que meus filhos cresçam com saúde e que sejam adultos de bem, essa pequena atitude do meu filho mostrou a preocupação que ele teve naquele momento que me viu trabalhando ser parar, isso se chama "percepção" e também "amor"!

Boa noite : -)

beijinhos

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Dieta já!

Quando comecei a escrever no meu blog eu comentei sobre a minha vontade em perder uns quilinhos, que mulher não gostaria de perder 5...3...2 kgs? Mas o meu caso é diferente, preciso perder muito mais que isso prá chegar no meu peso ideal, infelizmente preciso perder 15 kg, essa é uma realidade crua e dolorosa.
Quando eu engravidei a primeira vez eu pesava  59 kg, no final da gravidez havia engordado 14 kg, mas perdi rapidamente, primeiro porque eu era muito nova e tinha facilidade em emagrecer, o metabolismo trabalhava mais rápido, na segunda gravidez já não foi tão fácil assim,  quando descobri a gravidez eu estava pesando 64 kg e engordei 10 kg, fiquei com o mesmo peso da primeira gravidez, mas devido a alguns problemas no decorrer da minha dieta pós parto, eu não consegui voltar ao meu peso ideal, fui engordando mais e mais e no momento estou com o mesmo peso a quase um ano.
Já tentei tomar remédios, fiz dietas malucas que nunca deram resultados nenhum, infelizmente o jeito que me encontro hoje me incomoda muito, não sou hipócrita em dizer que me sinto feliz, que tá tudo bem com meu corpo, porque não está!
Eu vejo isso no espelho todos os dias e eu sei que só preciso de força de vontade prá mudar esse quadro, sempre fui muito ansiosa, me irrito facilmente, me estresso muito dentro de casa, e eu sei que isso atrapalha meu organismo, atrapalha meus planos e tudo que eu penso em fazer vai por aguá a baixo.
Eu sei que preciso muito me policiar, principalmente no doces, sou terrível, sinto necessidade em comer doces quando estou estressada, as vezes eu digo que prá me fazer feliz basta me dar um chocolate, que tudo muda..rsrrss
Mas hoje eu quero distancia desses presentinhos de grego, quero mudar tudo que está errado em mim, principalmente pela minha saúde, sinto que não tenho mais tanta energia como antes, folego e muito menos disposição, tem gente que fala que é feliz acima do peso, eu não consigo ser feliz, tendo que comprar um nº a mais toda vez que saiu prá comprar uma roupa nova, cansei de usar camisas largas e batinhas prá esconder a barriga, ai chega dessa vida. Por isso a minha meta e perder no minimo 7 kg até o final do ano, vou fazer de tudo prá isso acontecer, vou me esforçar o máximo, espero que a minha família me ajude e não tentem boicotar meu regime trazendo coisas deliciosas prá dentro de casa, Deus me ajude dessa vez, preciso de muita paciência e ser perseverante, e principalmente preciso ter coragem prá aguentar tudo isso, porque eu sei que não vai ser fácil.*

sábado, 1 de outubro de 2011

Saudade...

Pegando uma pontinha do post da Barbara Pata sobre saudade...
Li e me identifiquei porque sinto o mesmo sentimento que ela descreveu em seu blog, fazia dias que eu estava tentando escrever esse post, mas nunca tinha tempo...a vida é tão corrida, 24hrs prá mim é pouco, e não é porque sou desorganizada e sim por falta de tempo mesmo, por ser sozinha, por ter que fazer tudo por mim e por mais 3 meninos dentro de casa, com tanto trabalho na minha vida paro prá pensar e começo a sentir uma imensa saudade...
Saudade é uma palavra que só tem sentido aqui no Brasil, ninguém mais no mundo sabe o significado dessa palavra. Ela por si própria já diz tudo, nos causa emoção, nos fazer relembrar momentos, pessoas, ocasiões, situações que só nós mesmo sabemos.
Sinto saudades de tantas coisas; da minha infância, do limoeiro, do pé de pitanga, do quintal imenso, dos patos, galinhas, gatos...dos amigos da escola, dos vizinhos, das brincadeiras, do meu vô, dos meus tios que eram todos moleques e que ainda brincavam com a gente, da vida fácil e sem preocupação...vida fácil prá mim que era criança, mas sei que meus pais ralaram muito prá sustentar cinco meninas.
Saudade da minha adolescência, das minhas amigas de acampamentos, dos passeios, do voleibol, das pizzas, das dormidas fora de casa, do viradinho que fazíamos quando chegávamos das festinhas mortas de fome 3 ou 4 hrs das manhã, das conversas, das decidas ao litoral, dos risos, roncos e choros que só a gente mesmo prá se aguentar..rsrsr
Tenho muita saudade desse tempo, vivi intensamente minha adolescência, fui linda, maravilhosa, amiga, disputada..ahahahaha, é quem diria que alguém fosse brigar por mim, pois é eu não era de se jogar fora, coisa boa!


E eu achava que minha vida era ruim, e não era! Hoje eu tenho  certeza disso, fui extremamente feliz!

Alias sou feliz, hoje sou casada, tenho dois meninos lindos, que antes de ser mãe eu nem imaginava o quão bom era essa vida, lógico que com dificuldades, alguma vezes perdida, mas tudo dá se um jeito..rs

Saudade do meu pai que vai fazer dois anos que se foi, eu nunca imaginei que meus filhos cresceriam sem o avô deles, eu sempre imaginei meu pai me ajudando na crianção deles, da mesma forma que ele teve um papel importante na minha criação, ainda mais por causa do jeitão dele tipo general..rs
Saudade da liberdade que eu tinha, de ir e vir e não ter que me preocupar com outro ser, não estou reclamando da minha vida de mãe e sim relatando uma falta que sinto.

"Logo vou relatar que sinto falta dos meus meninos bem pequeninhos, que estão soltos e andando por ai com suas namoradinhas..rsrs"

A vida da gente passa muito rápido, se tivéssemos consciência de tudo isso aproveitaríamos muito mais tudo a nossa volta, aproveitaríamos cada instante, cada cheiro, cada aroma, cada situação das nossas vidas, eu posso dizer que aproveitei muito por isso sinto saudades de tão bom que foi tudo na minha vida.
Dificuldades e problemas todos tem, mas fica na memoria principalmente as coisas boas, se eu fechar meus olhos consigo até sentir o cheiro do pé de limão que tinha no quintal de casa, consigo sentir o frescor da noite, o gosto da comida que minha mãe fazia, dos biscoitinhos mantecal, aff da até vontade...
Mas é isso, lembrar faz bem e se eu tenho coisas prá contar e porque já vivi muitas coisas boas e ruins também, não posso esquecer as ruins pois fizeram parte e me acrescentaram conhecimento e maturidade.
Saudade...saudade...saudade...é só isso que sinto...muitas saudades.
E pronta prá viver um pouco mais e ter muito mais lembranças prá contar.






"O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo..." (Mário 
Quintana)

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Criança tem cada uma...

Ontem meu dia foi mega corrido e cansativo, apresentação e prova na faculdade, não poderia chegar atrasada em hipótese alguma. Fora que passei mais um fim de semana fazendo trabalho, estava muito cansada, exausta e com muito sono. Voltando da facul, nem cheguei em casa tive que levar meu filho mais velho no médico, pois estava com inflamação no ouvido, nem sei como isso aconteceu, mas...depois fui buscar o pequeno na escola.
Tudo que eu queria era minha cama e alguém pra fazer meu jantar e cuidar das crianças, ou seja uma mãe perto, sogra, tia, oque fosse prá me ajudar.
Mas como sonho que se sonha só não se realiza, acabei voltando para a realidade, estava eu deitada na minha cama, buscando coragem prá levantar e fazer algo prá janta, ai meu pequeno vem e diz;
_Mamãe, levanta to com fome!
Eu respondo;
_já vou, só quero descansar 5 minutinhos.
Ele diz;
_Você por acaso é Saci, que só tem uma perna?
Eu espantada respondo;
_Não! Porque?
Então ele me diz;
_Então levanta e faz comida prá mim, por que você tem as duas perninhas e pode andar.
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Morri de rir com ele, porque que ideia a dele me dizer isso, gente do céu, automaticamente levantei rindo muito do jeito que ele falou e fui fazer algo pra ele comer.

Mãe sofre, mas sorrir com a bobagem que um filho diz não tem preço!

Boa tarde!

sábado, 10 de setembro de 2011

Procurando e planejando...

Ontem resolvi procurar blogs que tenham fotos de cozinhas decoradas, cozinhas fofas que a gente sempre sonhou antes de casar sabe?!rss
Minha cozinha precisa de um up geral (faz um tempinho), mas estou super na duvida de que revestimento comprar, já fui duas vezes fazer orçamento mas ainda não resolvi oque quero realmente, porque nada ainda ofuscou os meus olhos (sou tão chata)rsss, mas pensa se vou ter que fazer uma coisa que dure muito tempo eu preciso fazer algo que eu realmente goste de verdade.
Sou daquelas que prefere o rustico o antigo sabe, não gosto muito de tudo moderninho demais, eu fico parada olhando pra minha cozinha que perto de muitas é um ovo de pequena, mas que dá prá fazer alguma coisa legal nela, se for bem projetada. Faz anos que estou pensando no que fazer neste comodo da casa, mas uma hora não pode porque temos outras prioridades, depois porque alguém ficou doente, ou então porque vai ter uma viajem, mas agora decidi fazer, vou dar enfase prá coitadinha. Tudo bem que eu não curta cozinhar muito mas ela merece um cuidado a mais..rsss.
Ainda não sei que revestimento colocar, fiquei pensando em colocar um revestimento com desenho de borboletas, acho lindo, mas fico com medo de ficar com uma imagem poluída, então resolvi procurar cozinhas revestidas de pastilhas, achei uma linda revestida de pastilhas azuis, mas eu já estava pensando em reformar meu banheiro e colocar as pastilhas azuis, acho que não ia dar certo...
Então vi outras cores e fui gostando mais e mais dessas tais pastilhas, se bem que eu tinha idealizado uma coisa mais country, uma parede de tijolinhos a vista de fundo, varias prateleiras de madeira envernizado, o suporte de pia também de tijolinho a vista, ai meu marido me disse assim; isso vai parecer cozinha de varanda, prá fazer churrasco. Dá vontade de falar; a cozinha é de quem, minha ou sua?kkkkkkkkk
Mas eu não falei porque ele adora cozinhar e passa mais tempo nela do que eu.
Então passei a noite procurando tipos e mais tipos diferentes de cozinhas prá que eu tivesse uma ideia melhor prá não fazer bobagens.
Também estou em duvida se vou ou não revestir ela toda, preciso analisar isso certinho. Estou em duvida quanto a cor e estilo, não quero fazer uma coisa e me arrepender depois.
Sendo assim vou procurar um pouco mais, sem pressa porque já está a tanto tempo esperando, então não preciso fazer nada correndo.
No entanto ontem achei um blog fofo da Ana Medeiros e me identifiquei com tudo que ela faz, amo artesanato também e até copiei uma fotos dela prá me inspirar um pouquinho, ultimamente estou muito paradinha com meus artesanatos, mas também cadê o tempo que não sobra mais.
Quando eu conseguir reformar minha cozinha, preciso decorar ela também com varios mimos, ai copiei essas fotos dela prá ver se me inspiro.
Sei que não tem nada haver com os tais revestimentos que estou procurando, mas achei tão lindinhas essas fotos e resolvi colocar aqui.
Quem quiser olhar o blog da Ana é esse aqui www.acasaqueaminhavoqueria.com

Olha essas duas fotinhos fofas que peguei do álbum da Ana;

domingo, 4 de setembro de 2011

Era uma vez uma criança que respirava com dificuldades...

Essa semana meu filho Bruno teve que fazer uma cirurgia para retirar as amídalas e adenoide, desde bebê ele respirava com dificuldade, vivia com o nariz entupido, roncava que dava desespero na gente ver ele dormindo, ai começamos um tratamento mas nada adiantou. Então resolvemos apelar para a cirurgia mesmo, não tinha outro jeito, conversei com várias pessoas que também passaram por essa situação com seus filhos, e então tomei coragem prá marcar a cirurgia,  mas não foi tão fácil quanto pensei, primeiro porque teríamos que dormir no hospital (tenho trauma de hospital), depois que o Bruno internou que começaram os procedimentos para a cirurgia começou meu desespero total, a enfeira não achava a veia prá colocar soro, depois tivemos que acordar as 5:00hs da manhã( um frio que Deus mandava) prá se preparar para a cirurgia. Meu coração ficou super apertado, minha vontade era de sair correndo daquele hospital com ele, estava morrendo de dó do meu pequeno. Então quando ele entrou prá fazer a cirurgia meu coração disparou, sai dali aos prantos, e pior que as horas não passavam e eu ali naquela angustia total, liguei prá minha mãe, meu esposo, eu só sabia chorar.
Enfim me chamaram porque ele havia acordado do pós operatório, na hora que eu vi a carinha do meu bebê eu resisti o choro e fiquei forte, porque eu tinha que passar calma prá ele, não podia ficar chorando na frente dele. Quando saímos de lá, senti um alivio muito grande, aquelas duas noites naquele hospital prá mim foi uma tortura.
Mas prá finalizar eu acho que mesmo com todo esse sofrimento e desespero, foi a melhor coisa que fizemos, hoje faz 4 dias que ele fez a cirurgia e eu não vi meu filho roncar mais quando dorme e nem respirar com dificuldade, é um procedimento super difícil, mas acho que vai melhorar muito a vidinha dele.
As mamães de plantão entendem meu desespero e aflição, que mãe quer ver seu filho sofrer, não é?!
Agora preciso ficar de olho nele 24 hrs por dia, porque ele não para um segundo, quer comer de tudo e não pode! Estou cansada, estressada, já chorei muito hoje de estresse, mas ser mãe não é só dar beijinho é participar arduamente em todas as ocasiões e situações. Logo tudo isso passa e eu volto ao normal, pelo menos essa etapa chata já passou, agora é só cuidar do pequeno porque daqui prá frente ele vai ter uma vidinha muito melhor.

:) Até mais.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Será que somos Super Mulheres?

Oie, olha eu aqui de novo prá falar um pouquinho como está sendo meus dias depois que voltei prá Universidade.
Pois é, faz duas semanas que voltei a estudar, decidi fazer Administração. Á um tempo atrás eu estava fazendo Recursos Humanos, estudei de manhã também, mas não deu certo porque meu filho mais novo ainda mamava no peito e ele estava sofrendo com a distancia, eu chegava em casa e automaticamente tinha que dar mama prá ele, tadinho ficava desesperado, porque ele não pegava mamadeira, e pior, quando se está na faculdade você não tem mais tempo prá nada, eu fazia trabalho com ele no colo,  o mais velho querendo atenção, os dois pediam as coisas e eu ficava perdida, quase enlouqueci, as vezes eu tinha que fazer um trabalho e o Bruno não dormia e nem queria brincar sozinho, ele só queria meu colo, me sugava literalmente, ai decidi de uma hora prá outra trancar a matricula da faculdade, eu não conseguia lidar com tudo isso sozinha, sem ter ninguém prá me ajudar, mãe e sogra morando longe, nenhuma irmã, ou tia perto, ai acabei desistindo, sofri muito mas acho que foi melhor naquele momento.
Depois de quase três anos voltei a estudar, em outro curso, mas acho que foi a melhor escolha que fiz, pensei assim; se for prá voltar prefiro fazer um curso completo e não um curso técnico, agora meus meninos estão maiores, o pequeno está na escola e não tenho mais aquela preocupação de amamentar, e eu estou bem mais tranquila prá continuar aquilo que eu decidi fazer, sempre foi a minha vontade sabe, mas tudo acontece no momento certo, acho que da outra vez não era o momento certo mesmo, me convenci disso e não me arrependo.
Eu sempre fui uma pessoa independente, mas depois que me casei fiquei totalmente dependente do meu marido prá tudo, ficava mal por isso, chorava tanto, por que eu me cobrava de não trabalhar mais fora, de ganhar meu próprio dinheiro, ai decidi fazer artesanato, ganhei uma graninha boa, mas tudo que é demais cansa, sempre tive o artesanato como um hobby, mas decidi ganhar com um dinheiro com esse dom, depois de um bom tempo fazendo artesanato eu parei, cansei, (não parei definitivo, logo eu volto a fazer minhas costurinhas)..rsrsr.
Como disse nossa amiga Marcela no blog dela, sobre mulher ser sexo frágil, aff que besteira né, quem inventou essa frase não sabia do que uma mulher era capaz!
Mesmo não trabalhando fora a nossa vida é uma correria só, (e eu procurando mais coisas prá fazer), agora eu estudo de manhã, chego em casa esquento o almoço, arrumo o Denis prá ir na escola, dou almoço pra ele, arrumo a casa e depois ainda esquento a minha cabeça com os trabalhos da faculdade, mais tarde pego meu pequeno na escola, passo na padaria, dou café da tarde prá ele, (porque ele chega em casa e quer tomar café), fico com ele assistindo um pouco de desenho, depois já vou fazer a janta, dou banho nos meninos, aff cansei...ainda preciso cuidar de mim, fazer unha, secar cabelo, dar atenção pro marido, minha gente do céu, a nossa vida é uma loucura total!!! Como nós mulheres suportamos me diz?!
Será que somos super mulheres e nem nos damos conta hein?!
Mas sinceridade, não troco essa agitação por nada, apesar de algumas vezes eu parecer que vou surtar...kkkkkkkk, mas isso faz parte, depois é só dar um passeio no shopping que tudo passa, ou então comer um chocolatinho...kkkkkk
Mas falando sério, tudo que eu faço é com amor, é tudo por que eu quero, eu adoro minha vida de mãe e dona de casa, mas espero um pouco mais de mim mesma, por isso voltei a estudar e com fé em Deus vou conseguir chegar até o fim, sei que não vai ser fácil, mas vou conseguir!
É isso minha gente, somos Mulheres de garra e por isso suportamos tudo com muita força, coitado do homem que duvidar do que uma mulher é capaz!rss
bjoss

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Dia dos Pais

Eu falei que ia postar algo sobre o dia dos pais..rsrrs

Pois é, domingo foi um dia tranquilo, fizemos um almoço bem gostosinho, com direito a peixe assado (meu pai adorava), peixe frito, aff as crianças amaram!
O papai ganhou presente, (adiantado mas ganhou), graças a Deus foi tudo uma benção.
Fiquei um pouco tristinha, o dia estava estranho( prá mim), mas correu tudo bem.

Só temos que agradecer a Deus por tudo sempre!

Boa tarde!

 : 0 )

sábado, 13 de agosto de 2011

Historia de um pai

É...dia dos Pais chegando... domingão tá ai, com certeza vai ter aquele almoço gostoso, família reunida, filhos, e pelo segundo ano eu não vou ter meu pai aqui prá comemorar...lógico que eu consigo lidar com essa falta, mas que as lembranças veem na cabeça, isso não tem como apagar né?!
Tenho muitas lembranças do meu pai, muitas mesmo, essa semana mesmo eu estava conversando com meus meninos sobre as coisas que eu aprontei quando eu era criança, das vezes que meu pai corria atrás de mim prá me pegar, porque eu aprontava poucas e boas..rsrsrs, gente do céu como eu era terrível!!! Meu pai sempre foi um general, meio marrudo,  emburrado, me lembro que quando ele sorria a gente até comentava, eu e as minhas irmãs, porque eram raros esses momentos, acho que foi o tipo de criação dele, sei lá, apesar dele ter tido muitos problemas com minha mãe, ele não era um pessoa ruim prá gente. Na verdade eu comecei a ter pai depois dos meus 20 anos de idade, quando eu sai de casa prá morar com meu marido, e depois que eu fiquei grávida, foi ai que minha relação com meu pai melhorou, acho que caiu a ficha dele também, estava envelhecendo, a família estava crescendo, ele ia ser avô. Prá falar a verdade eu nunca tinha pensando qual sentimento ele teve depois que se tornou avô, acho que ele se sentiu o máximo, ficou orgulhoso, ainda mais porque falavam que meu filho era a cara dele, ai ele se enchia todo..rsrss
Sei que depois que eu mudei da casa dos meus pais minha vida mudou muito, percebi que eu podia contar com meu pai, ele sempre estava pronto a me ajudar, lógico que tudo era novo prá mim também, eu não estava acostumada com tanta prontidão da parte dele, mas confesso que estava gostando da mudança.
Passaram os anos e começamos a nos entender muito mais, algumas vezes tínhamos nossas briguinhas, discórdias, mas nada grave, coisa de família mesmo. Lembro que eu e minhas irmãs sempre combinávamos de comprar os presentes dele no aniversário e dia dos pais, ele adorava ganhar presentes. Minha mãe ficava morrendo de ciumes, ela achava que a gente adulava mais o meu pai do que ela, (ciumes de mãe), mas a gente sempre adulou muito ela também, ela não tem oque reclamar..rss
A nossa vida sempre foi muito difícil quando eramos crianças, meu pai nunca foi tão presente quanto deveria, minha mãe sofria com ele, infelizmente eu criei na minha cabeça uma raiva e um rancor dele, que só foi passar depois que eu tive meu filho.
Acho que eu nunca comentei isso com minha mãe, ou minhas irmãs, mas eu comecei a considerar meu pai depois de adulta sabe, eu nunca pensei que conseguiria valorizar ele de novo, graças a Deus ele sempre foi uma pessoa muito trabalhadora, disso nunca podíamos reclamar, o problema dele era o gênio forte demais, sempre queria bater de frente com todo mundo. Mas sei lá, acho que a gente de alguma forma fez com que ele mudasse o jeito dele de se comportar (um pouco), não era de muitos amigos, (isso era oque a gente achava, logo vocês vão saber o por que?), mas ele mudou também por que Deus tinha um plano na vida dele, ele se converteu, se tornou evangélico, mudou muito com a religião, acho que se Deus não tivesse tido misericórdia da vida dele, ele teria perdido a vida dele e a família dele a muito tempo. Engraçado que quando eu sabia que meu pai viria na minha casa, eu logo preparava a comida que ele mais gostava, ia na feira comprar as frutas que ele gostava, fazia sobremesa, era tão automático, pior que minhas irmãs faziam a mesma coisa..hehehe era muito engraçado.
Sei lá eu achava que tinha que agradar ele de alguma forma, acabei me afeiçoando muito a ele, simplesmente apaguei da minha mente tudo de ruim que ele tenha causado na minha infância.
Minha mãe tinha um restaurante aqui em São Paulo e quando ele se aposentou (era policial), ele ajudou ela por um muito tempo, depois ela fechou o restaurante e eles foram morar no interior de São Paulo, era legal a gente ir visita los, as crianças adoravam o avô, meu pai adorava pescar e com isso fez com que os meninos gostassem também, acho que ele conseguiu ensinar coisas legais para os netos.
Dia 05/08 era para o meu pai fazer aniversário, 57 anos se não me engano..., com certeza ia ter bolo, presentes, comemoração, mas não teve nada disso, porque em dezembro deste ano vai fazer 2 anos que meu pai se foi, ta lá no céu...triste né?! Meu pai sofreu um acidente quando estava finalizando um serviço, era o ultimo dia de serviço dele, ele estava cantando e feliz, disse que realmente iria se aposentar de vez, que estava cansado, queria aproveitar a família...os netos, ele tinha acabado de ganhar mais um netinho, fazia 15 dias, estava muito feliz mesmo.
Mas ele não conseguiu seguir adiante, sofreu um acidente que levou a vida dele, super jovem ainda, com tantas coisas pela frente, tantas coisas prá vivenciar... mas ele se foi.
Tenho muitas lembranças dele, mas as boas são as que pesam mais na minha consciência, sinto saudade, sinto falta, prá falar a verdade ainda dói quando eu paro prá pensar, nem dá prá acreditar mesmo passado tanto tempo, mas é uma realidade, ele não está mais aqui. No enterro dele tinha tanta gente, tantas pessoas que gostavam dele que ficamos impressionados, a gente achava que ele não tinha amigos, mas ele tinha sim, muita gente gostava dele, foi legal saber disso.
Acho que a dor, a falta, a saudade tudo ameniza com o tempo, mas me sinto feliz por ter conseguido guardar coisas boas, sinto falta do pai que eu conheci nesses últimos dez anos da minha vida...meu pai  não era um dos melhores, mas aos poucos ele tentou se tornar o melhor.

Seu não, era sempre acompanhado de um sim, era como uma criança sempre querendo chamar atenção, deixou uma marca em cada um de nós, uma ferida aberta que vai demorar a cicatrizar e como toda ferida deixa sua marca em nossos corações, a saudade é imensa, não tem como mensurar!
 ( Frase da minha irmã Patricia).


                                                                    Dorme com Deus pai.*






(Eu quis escrever algo sobre o meu pai antes do dia dos pais, agora para o dia dos pais eu escrevo outro post, contando como foi o Dia dia Pais aqui em casa.) bjosss








quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Depressão Paterna


Olá, hoje estava pensando sobre esse assunto, "depressão paterna".
Logo que a mulher descobre que está grávida é uma festa, vários preparativos, as roupinhas, o quarto do bebê, a expectativa prá saber o sexo e como será o nome do bebê.
Mas é o pai, ele também se sente eufórico com toda essa mudança? Sim, com certeza porque ele se sente responsável por continuar com a linhagem familiar, cria expectativas, fica em duvida se quer um menino ou uma menina, entra no mundo da mulher sem perceber e se inunda dessa fantástica evolução materna.
Com isso ele também entra em depressão, assim que o bebê nasce ele se sente excluído e rejeitado pela esposa, que está apenas encantada com aquele pequeno ser que acabou de nascer,  lógico que o bebê precisa de muitos cuidados e muita atenção. Com isso o marido se isola, se entristece, mas eu acho que a melhor forma de você saber lidar com esse problema é incluir seu marido em todas os programas relacionados ao bebê, nas tarefas do dia a dia, no banho, na troca de fraldas,na consulta ao pediatra,  eu acho tudo isso muito importante, porque divide também suas tarefas e com isso não te deixa tão cansada.
Existem mulheres que acham que o marido não tem jeito prá cuidar dos filhos, não deixam sozinhos com o pai de jeito nenhum, mas eu acho que isso é puro preconceito, achar que os homens não são capazes de cuidar.
No meu caso sempre fiz questão que meu marido participasse de tudo, desde as consultas de pré natal, até na hora de cuidar, depois do nascimento então..., nunca tive preconceito de nada, prá falar a verdade até hoje eu deixo os meninos com ele quando eu preciso e ele cuida direitinho.
Acho que temos que dividir as responsabilidades de igual prá igual. Acho que filho não é propriedade da mãe , e o pai precisa sim ser incluído nessa nova fase da vida deles também.
E vocês, tiveram problemas em relação a isso???

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Entrevista de emprego

Diazinho corrido hoje hein, fui a uma entrevista de emprego hoje a tarde, bom... acho que fui bem, estou no padrão que eles querem, só pequei no quesito "inglês", infelizmente não tenho curso de inglês, e acho que isso pesou um pouco, era uma vaga e 8 candidatos, tinha uma candidata lá na entrevista que tinha morado em Londres por 6 anos, mas não tinha experiencia nenhuma prá vaga, o outro era professor de inglês, mas estudava processamento de dados, a outra tinha se formado no  semestre passado e morava em guaianazes, a outra tinha acabado de casar e fazia uma semana que tinha mudado prá São Paulo, veio de Minas Gerais, e por ai foi... Não é querendo me gabar mas eu era a unica ali que tinha trabalhado na área que eles estavam precisando, mas sem inglês, sempre tive vontade de fazer um curso de inglês, mas nunca sobrava, pensa...com duas crianças pequenas que jeito eu ia conseguir fazer um curso, agora sofro as consequências, mas não estou me sentindo derrotada, pelo contrário to confiante e Deus sabe oque é melhor prá mim.
Mas confesso que essa vaga seria ótimo prá começar na área que estou estudando, seria tudo de bom.
Quero muito com certeza, mas se não for dessa vez outras oportunidades virão, o negócio e entrar numa escola de idiomas e bola prá frente..rsss

beijinhos   ♥

Acabaram as férias...

Pois é, enfim as férias acabaram, acho que passou tão rápido, aliás o ano está passando rápido daqui a pouco é natal de novo...meu Deus!!!
Trabalhei as férias todinha e nem pude ficar com meus filhos direito, não conseguimos sair prá nos divertirmos, nem viajarmos, nada x nada...
Meu filho Denis quase surtou porque não sai prá lugar nenhum diferente e pior ele na idade que está não se consola com a casa da vó mais, ele quer sair, ir ao cinema, fazer coisas diferentes e me cobra muito por isso.
Infelizmente não tive tempo...fiquei com muita dózinha dele, mas fiz oque eu pude, tive que aguentar muita reclamação e cara feia...mas enfim passou!!! Por mais que ele tenha reclamado ele entende e me ajudou muito, graças a Deus meus filhos são umas bençãos!
E o Bruno que nem teve férias, porque a escola dele não tem férias no meio do ano, isso ajuda muito as mamães que trabalham e não podem ficar com os pequenos.
Eu estava trabalhando mas meu contrato acabou, já estou partindo prá outra, a faculdade começou de novo e vou ter que me dedicar muito, fico meio zonza com tantas coisas prá fazer e ainda ter que arrumar tempo prá sair com meus pequenos...mas eu adoro essa agitação.
Não suporto a mesmice, e nisso meu filho é igual a mim, ele também se cansa fácil de tudo que vira rotina, as coisas perdem a cor se não tem trabalho e agitação. Não suportamos ficar parados.
Mês que vem estamos querendo viajar, vou aproveitar o feriado de 7 de setembro e ir aonde eles querem, vamos pro interior, eu sinceridade não suporto mato e nem bichos, mas eles amam, "puxaram o pai nesse quesito."
Mas como nas férias não conseguimos fazer nada juntos vou fazer esse esforcinho por eles...porque depois é dedicação total para os estudos e viajar de novo só quando o pai deles sair de férias no fim do ano.
É bem complicado trabalhar, estudar e arrumar tempo prá família, mas a gente precisa arrumar um tempinho sempre, eu escolhi essa vida e não me arrependo por isso.
Sou feliz assim, podem me criticar, falar oque for, mas é dessa forma que sou feliz e me sinto totalmente útil !!!
Boa noite
: )

domingo, 31 de julho de 2011

Será que sou um E.T. ?

Boa tarde!

Bom, hoje estou um pouco triste pelo fato de sempre ser criticada pelo meu jeito de ser, infelizmente não conseguimos ser tudo aquilo que nossos pais idealizaram prá gente, tentamos ser bons, pessoas de bem, descentes, amigáveis, educados,  tento ser uma boa mãe, uma boa esposa, dona de casa e trabalhadora.
Sempre fui uma pessoa muito amigável e amável, sou cheia de idéias, planos, agitada prá muitas coisas, mas infelizmente sou muito "mole" com meus filhos e com algumas pessoas, não sei bater, não sei responder, não sei me defender, essa é a verdade. (Devo ser tachada como idiota)
Tenho muita afinidade com a internet, tenho inúmeros amigos pela net, alguns que conheci aqui mesmo, e outras que já vem de longa data, adoro me expressar aqui na blogosfera,  não consigo guardar os sentimentos bons e muito menos os ruins dentro de mim, não sei guardar rancor, sou alegre, me acho divertida e brincalhona, (por mais que algumas vezes eu dê algumas mancadas), eu não me acho uma pessoa ruim" foi sem querer querendo, como diz o Chávez".
Mas oque eu posso fazer se eu sou uma mãe manteiga derretida, não sei gritar com meus filhos o tempo todo, não sei repreender por bobagens, puxa vida, será que eu sou tão errada assim, por não forçar meu filho a fazer uma coisa que ele não tem vontade.
Ou por escrever minhas situações e sentimentos aqui no blog, ou no face, ou escrever alguma frase que signifique algo  no meu dia através do msn?! Sou criticado por expor minha vida, meus filhos, minha história... Agora me diz uma coisa; acho que não estou matando, nem roubando e muito menos me drogando por ai, eu apenas escrevo, relato, me expresso, isso significa um alivio imenso prá mim.( Conseguem compreender?)

Podem por favor respeitar  isso!!!

Não pedi prá ser entendida, mas sim ser respeitada, pelos meus atos, minhas vontade, meus sonhos...
Não sou a dona da razão, nem a senhora certinha, aff quem sou eu...
Tenho meus erros e meus acertos, é tão bom as pessoas darem pitaco na nossa vida né? Se fosse prá melhorar algo estaríamos sempre de bem com a vida, jamais teríamos problemas, seria tudo um mar de rosas.
Mas infelizmente não é assim, as pessoas te criticam porque não suportam ver a forma que você é, o jeito que trata os seus filhos, e nem a alegria que você sente por desejar algo de bom prá si próprio.
Cara, cada um tem sua vida, seus problemas, suas vitórias, suas conquistas, seu jeito engraçado, seu jeito mimado, não tenho obrigação de tratar meus filhos da mesma forma que fui tratada na infância, recebi amor sim, mas dou muito mais amor do que recebi na minha infância, aquela época foi uma coisa, hoje é bem diferente, só sei que tento respeitar e não impor as coisas para os meu s filhos, será que isso é um erro fatal na minha vida??? Só porque não estou seguindo uma regra familiar???
Tudo que eu quero é que meus filhos cresçam com saúde, que me respeitem e que sejam felizes, hoje eles não sabem oque querem, pois são muito pequenos,  mas espero ter muito discernimento de Deus prá orienta los  no momento certo!
Ninguém disse que essa vida de pai e mãe seria fácil, ninguém me presenteou com um dicionário de como tratar e criar meus filhos.
Sinto na pele a dificuldade de tentar ser uma boa mãe, uma boa esposa e um bom ser humano, mas quem é perfeito nesse mundo, que pessoa é a dona da razão em tudo que fez e faz?
Só quero viver minha vida, criar meus pequenos e tentar ser feliz!
Se alguém tiver algo a dizer e criticar minha vida com coisas que não vão me acrescentar nada, por favor cale- se!!!
O silencio é a melhor palavra que você pode expressar sobre minha vida!
Pronto falei.

(Apenas desabafei)

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Só para as Amigas muito especiais... ♥



Só para Amigas muito Especiais 

  1. Há quem diga que mulheres, quando são amigas, ficam insuportáveis...
  2. ...Porque concordam sempre uma com a outra e não se desgrudam.
  3. A vida nos apresenta milhares de pessoas. E cada uma delas vem cumprir um papel em nossa vida.
  4. Todas elas ficam na nossa memória, nos nossos hábitos, nas nossas fotos, nos nossos guardados...
  5. Eu tenho saudade de todas as amigas que já tive na vida.
  6. Tem as amigas da família, as primas, irmãs e tias, que sempre estão indo e vindo da sua vida, provando que o tempo passa, mas certas coisas nunca mudam.
  7. Aquela amiga desbocada que só fala palavrão e se mete em encrenca, mas faz você rir muito.
  8. Tem aquela com quem você anda de braços dados pra todo canto. Aquela pra quem você contou sobre o primeiro garoto que você gostou. Aquela que te dá toques sobre roupas, pessoas, corte de cabelo e comportamento.
  9. Tem aquela outra que é chorona, aquela que critica você a cada cinco minutos, aquela "Nerd" e "CDF"que sabe de tudo, e aquela melosa, que gosta de abraçar e mandar recadinhos de amor.
  10. E aquela com quem você dividiu a cama naquela viagem que foi o maior programa de índio da sua vida.
  11. Aquela pra quem você conta absolutamente tudo, e que você sente que foi entendida. Aquela que te dá broncas e manda você parar de roer as unhas. Aquela que não tem vergonha de dizer que te ama.
  12. Aquela que apresenta os melhores caras. Aquela que passa com você o momento mais difícil da sua vida. Aquela que te liga todo dia.
  13. Aquela intelectual, que te ensina milhares de coisas. Aquela que abraçou em  silêncio e sentiu você chorar, e aquela que virou as costas quando você mais precisou.
  14. Aquela que faz tudo que você pede, e aquela egoísta. Aquela que ouve quando você está apaixonada e passa horas falando do mesmo assunto.
  15. E aquela que entende quando você a deixou pra ficar com seu namorado. E aquela outra que exige a sua atenção. Tem também aquela idealista, com que você discute horas, os problemas existenciais da humanidade.
  16. Aquela que só liga no dia do seu aniversário, e que mesmo assim você adora. Aquela que parece sua mãe, e vive pra te dar conselho.
  17. Aquela de quem você sente muito ciúme. Aquela que você invejou secretamente.
  18. Tem também aquela, por quem você sente um carinho enorme desde a primeira vez que viu.
  19. Aquela que pede a Deus por você, quando ora.
  20. Aquela que você magoou porque a trocou por outra que não valia nada. Aquela que te deu o conselho certo, mas que você não ouviu.
  21. E aquela única, com quem você divide o que tem de mais precioso...
  22. Aquela que paga coisas para você, quando você está sem grana. Aquela que você arrumou o véu, antes dela entrar na igreja pra se casar.
  23. Aquela que era a mais chegada, mas sumiu e você nunca mais soube. E aquela que é uma irmã pra você.
  24. Tem quem não possui tantas amigas assim, mas tem aquela que vale por todas!!!
  25. Aquela que é sempre uma companhia gostosa, mesmo que o programa seja: ''não ter nada pra fazer''...
  26. E tem também a melhor amiga. Aquela que é simplesmente "aquela".
  27. Claro, os homens também sabem ser bons amigos. Também deixam ótimas lembranças. Mas nada é igual à amizade entre duas mulheres.
  28. Um grande beijo para as amigas que vierem a ler isso, para as que não vão ler, para aquelas que estão perto e longe de mim, para aquelas que eu lembro a todo minuto e para aquelas que eu esqueci.
  29. Digo sem piscar que a amizade vale a pena.. E quem me ensinou isso, foi Você!!!!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Dia da vó

Hoje se comemora o dia da vó, eu como ainda tenho vó venho aqui no meu blog fazer uma homenagem a minha querida vovó.
O nome dela é Alzira, ela é minha vó materna, praticamente me criou, sou a segunda neta mais velha dela, amo minha vó de paixão, ela é missionaria de uma igreja ao qual frequento, somos de uma família praticamente evangélica, quando eramos pequenos minha vó ajudou muito minha mãe prá ela poder trabalhar fora, minha vó sim foi aquela vó de filme sabe, aquela que fazia bolo prá gente, aqueles viradinhos que só vó sabe fazer..hehehe,  preparava aquele café da tarde prá todo mundo, carregava a gente prá todos os lados, eu ia e adorava quando ela me levava na casa das amigas dela, nossa eu me divertia muito! Minha vó é super respeitada por toda família, temos uma grande admiração por ela, pois ajudou minha mãe a nos criar e ainda criou seus 9 filhos sozinha, pois meu avô abandou ela com toda essa prole. Olha eu sempre admirei minha vó, ela foi uma lutadora e venceu, sofreu muitos problemas, mas graças a Deus ela soube criar seus filhos(por mais que cada um tenha sua personalidade), mas todos trabalhadores, estudados, dignos, cada um com sua família. Quando nos reunimos a gente brinca com ela, dizendo que a culpado de tudo é ela, quem mandou ela ter tantos filhos, é muita gente!!! Lógico que é uma brincadeira, na verdade a minha família é enorme e linda!
Hoje minha vò está um pouco fraquinha porque precisa passar por uma cirurgia do coração, todos nós ficamos aflitos com isso, está nas mãos de Deus a cirurgia dela. Mas mesmo assim ela não para, ela fica prá cima e prá baixo, quer fazer as coisas, quer agradar a gente de qualquer jeito, acho lindo o jeito da minha vó.
Ela é meio marruda com quem precisa, comigo ela sempre foi um doce, me ajudou em alguns momentos que mais precisei, oque mais marcou minha memória foi quando meu filho mais novo o Bruno ficou internado com meningite e ela ia sempre visita lo e me dar forças, orar comigo, chorar comigo, até me emociono de lembrar...porque acho que nunca precisei de tanto apoio quanto naquele momento da minha vida, e ela estava lá (muitas pessoas também me apoiaram, mas a homenagem é prá minha vó hoje).
Olha eu só sei que me sinto muito feliz de ter minha vó perto de mim, amooo muito essa guerreira, e sei que enquanto ela estiver aqui vou sempre ama la e respeita lá.
Amo você Dona Alzira, minha vò!
grande beijo
     ♥

sábado, 23 de julho de 2011

Semana da amizade

"Amizade não é receber, é dar. Não é magoar, é incentivar. Não é descrer, é crer. Não é criticar, é apoiar. Não é ofender, é compreender. Não é humilhar, é defender. Não é julgar, é aceitar. Não é esquecer, é perdoar. Amizade... É simplesmente AMAR."


Essa semana tivemos o "Dia do amigo", e eu não poderia deixar de manisfestar minha gratidão aqui pelos meus queridos amigos, sejam eles reais ou virtuais, eu sempre fui uma menina que fiz muitas amizades, em todos os lugares que passei deixei um pouco de mim e levei um pouco dos outros comigo, tenho amizades de infância que  resistem ao tempo e a distancia. Vou citar aqui algumas pessoas, não posso deixar de falar delas.Tenho uma amiga que estudou comigo no pré e que até hoje temos contato, casamos, tivemos filhos e a nossa amizade continua firme e forte, o nome dela é Eliane, quero homenagear ela aqui no meu blog, por tantos anos que amizade, acho que nos conhecemos a 26 anos já, é a amizade mais antiga que tenho, depois veio a Ligia, amiga de longa data também estudamos juntas por muitos anos, casamos, tivemos filhos, e até hoje nossa amizade continua firme e forte, já aprontamos muito na escola, eita tempinho bom, depois veio a Débora Martins fomos amigas de adolescência , confidentes, eramos um grude só...hehehe, lembro da minha mãe me gritando no portão e toda vez estávamos juntas fofocando dos namoradinhos..hehehe, Débora Caetano  minha amiga do coração, amor incondicional, a Cintia, a Flavia tivemos muitos altos e baixos, fomos amigas de verdade na alegria e na tristeza, mas nos afastamos (sabe Deus se um dia voltaremos a nos falar), Meirinha  amiga que amo muito também, minha confidente e amiga prá sempre.

Pv. 27:9 “Assim como os perfumes alegram a vida, a amizade sincera dá ânimo para viver.”


Eu sempre tive amizade intensas, duradouras, quando sou amiga é prá valer, me entrego pra essa amizade, não sou só amiga, sou mais que isso me torno uma irmã, essas amigas estão até hoje na minha vida, por mais que algumas eu só converse por mensagens, (bendita internet), quando a gente se encontra é uma festa, sei que sempre posso contar com elas prá qualquer coisa. Amizades tenho de monte, sei cultivar uma amizade quando ela vale a pena, só que ser amigo tem seus prós e contras, nem tudo é flores, existem divergências as vezes e problemas que tentamos superar, já tive problemas com algumas amigas que infelizmente nos afastaram e que um dia eu sei que vamos superar, talvez seja uma fase, mas o carinho continua o mesmo, por mais que palavras tenham ferido uma a outra.
Não podia deixar de falar de você Beatriz Mello, nos conhecemos na igreja Batista quando eramos adolescentes e depois de muito, mas muito tempo mesmo nos encontramos na internet, descobri que ela morava fora do Brasil, mas depois que nos encontramos nunca mais nos separamos, o carinho que sinto por ela é imenso e não vejo a hora de ve-la aqui no Brasil prá poder dar um grande abraço nela.
Agora por incrível que pareça eu nunca pensei que pudesse sentir tanta cumplicidade e carinho pelas meninas do Mamães Blogueiras, amizades novas mas que já me ajudaram tanto,  me acolheram quando eu mais precisei, temos tantas afinidades que parece que nos conhecemos a tempos, acho muito bom tudo isso, não consigo me sentir sozinha nunca com essas meninas, Vanice Santana que me incentivou a ser diva todos os dias, Paty Fortunato com seu jeitinho toda protetora, Carla Tavares que me faz rir sempre que conto uma bobagem a ela, Beatriz Mello que me ajuda sempre que preciso de uma palavra de consolo e amor, Daiane Goeslling, menina doce e que tem uma grande sabedoria, penso que ela seja agitada e dinâmica, cheia de energia, Angi Simon também, alias é isso que todas vocês transmitem prá mim, alegria, energia, me sinto prá cima, alegre com vocês todos os dias ali no Facebook, espero conhece-las pessoalmente(esse é o meu desejo). Amigo é isso, te aconselha, te ajuda, te protege, te consola, te dá amor, puxões de orelha, briga com você quando você faz bobagem, mas depois fica tudo bem, porque no fundo você sabe que precisava daquilo. Eu acho que quando uma amizade não dá certo, significa que ela nunca deveria ter nascido, as pessoas precisam aprender que nem todos são parecidos ou iguais a ninguém, temos defeitos e qualidades, não somos personagens de filmes e sim pessoas normais, verdadeiras de coração aberto prá receber sempre mais uma pessoa, mais uma amizade no nosso coração.
Sou grata a todos os meus amigos por tudo que sempre fizeram por mim, por todo carinho e compreensão sempre, já passara tantas pessoas na minha vida, tantas, mas só as verdadeiras amizades ficaram e estão comigo até hoje. Deus é maravilhoso comigo pois colocou apenas pessoas especiais ao meu lado.
Sou grata a ele por vocês existirem.


"No passado o relacionamento era mais lento, muitas vezes demorávamos anos para conhecer alguém diferente, alguém de longe, hoje, de dentro de nossa casa em poucos minutos podemos encontrar, contatar e fazer novos amigos ao redor do mundo, essa é a evolução do relacionamento humano." 


Beijo grande prá vocês minhas queridas! 

domingo, 3 de julho de 2011

Dias melhores prá sempre!!!

Oiiii, faz tanto tempo que não posto nada no meu bloguinho, também, minha vida tá uma correria só, faz um pouco mais de um mês que eu estou trabalhando, ai pensa...chego em casa e só penso em cama, ainda mais com esse frio que anda fazendo, euzinha que sempre dormi tarde, passava madrugadas falando com a minha amiga Bia no msn, vivia numa insonia desgramenta..aff, agora só penso em dormir, chego em casa e nem janta quero(graças a Deus meu marido cozinha...), já se passaram tantas coisas desde que comecei a trabalhar e nem pude contar um pouquinho aqui...
Sexta-feira (01/07) tive que levar meu filho prá tirar sangue, pois ele está fazendo exames pré operatórios, fiquei com a maior dó dele, pois não conseguiam achar a veia dele de jeito nenhum, foi um problemão, ele chorou tanto, como eu sofri ali vendo ele naquela situação, se eu pudesse eu teria tirado sangue por ele e estaria tudo resolvido.
Mas como as coisas não funcionam assim..., tive que aguentar firme e tentar acalmar ele..(e quem me acalmava?)rsss.
Depois voltei pro trabalho e prá piorar o dia deu um pane geral no escritório, gente do céu, acho que não era o meu dia, não é possível!!!
Com isso o serviço ficou atrasado, minha cabeça ficou a mil e prá ficar pior só mais um pouquinho peguei uma gripe lascada, estava me sentido mal, depois de tantas emoções também...aff ninguém merece!
Sabadão eu queria ficar em casa e não sair debaixo das cobertas, mas enfim teve a festa "Julina" na escola do meu filho e ele ainda teve apresentação de dança, fiquei lá podreeee de gripe, nem fui tão animada esse ano, mas tudo bem, ele entendeu que a mamãe dele tava mal...(dias melhores virão)..hehehe
Domingão graças a Deus meu marido estava de folga e me ajudou muuuuiiitoooo na limpeza e organização da casa e prá finalizar fez um almoço maraaaaa....!!!!

Gente depois de tudo isso só espero ter uma semana maravilhosa, pois eu mereço, esses últimos dias não foram fáceis, torçam por mim e orem por mim eu preciso ok!
beijos prá todas e espero em breve postar coisas legais..rss

Xauzin :)

sábado, 11 de junho de 2011

Oque é mais importante prá você em uma casa???

Bom meninas, essa semana eu estava lendo uma revista que dizia assim; Oque é mais importante prá você numa casa???
E ao longo da reportagem eu viajei, fiquei relembrando coisas da minha infância que realmente foram significativas, coisas que tinham no meu quintal, as coisas que aprontávamos...nossa viajei no tempo!

Então pensei, o mais importante na minha casa era o "quintal"!

Porque?

Era lá que eu brincava, que eu soltava a minha imaginação, inventava historias, subia em arvores, tinha um pé de abacate, um pé de limão, uma pitangueira(que nunca deixamos madurar)kkkkkk, tinha pintinho, galinha correndo pelo quintal, coelho, cachorro, gatos...(não era nenhum sitio), mas era "o quintal", puxa vida como fui feliz ali, como me diverti, brinquei, me soltei, fui criança realmente.
Não é igual hoje em que as crianças ficam no computador conversando com seus amigos apenas pela internet, ou jogando vídeo games, aprendendo aquilo que não presta( falo logo a verdade), puxa vida, se meus filhos tivessem a infância que eu tive, noooossaaaa eles cresceriam e diriam o mesmo que estou dizendo agora, puxa como minha infância foi boa!!!
As vezes me culpo por não ter um quintal grande na minha casa, onde meus filhos pudessem esbanjar toda energia que eles tem, me diz como eu poderei deixar meus filhos brincarem na rua com toda essa violência que se agrava dia a dia. Não dá né?!
Mas não quero que esse post seja uma coisa triste, e sim uma coisa que vivi e um desejo que tenho que meus filhos também sintam a mesma alegria que senti na minha infância.
O tempo passa tão rápido né, queria que vocês me contassem um pouquinho da infância de vocês também, é tão gostoso reviver esses flash baks...rsrsrsr

Diz ai como foi sua infância???

domingo, 29 de maio de 2011

Aniversário do Bruninho 4 aninhos!!!

Oiiii, to muito feliz pelo dia de hoje meninas, meu bebê ta fazendo 4 aninhos de vida!

Sexta-feira (27/05) levei um bolinho prá comemorar o niver dele na escolinha, ele ficou mega feliz, não se cabia de tanta felicidade em compartilhar com os amiguinhos novos sua festinha, pedi prá professora tirar varias fotinhos dele, pelas fotos vi que ele se divertiu muito, a carinha dele não negava...tava com uma carinha de sapeca que só vendo..rsrsrs

Mas antes de tudo isso, eu que não me aguentava de tanta ansiedade, fiquei tão nervosa, queria que desse tudo certo, graças a Deus foi tudo bem.

Recebi vários elogios pelo bolo( que não fui eu que fiz)hehehe...mas ta valendo, ficou muito bom mesmo, foi do jeito que ele pediu, tinha que ter morango no recheio, e o tema do Mickey, mas acabei pedindo que a moça colocasse a Minie tbm no bolo, pois tinha umas amiguinhas que faziam aniversário naquele dia, então cantaram parabéns prá todos, mas ficou tudo muito lindinho, gostei mesmo.

Hoje apesar de ser o dia oficial dele, só teve um bolinho básico aqui em casa, que ele me pediu prá fazer, festa mesmo só na semana que vem, ah mas o importante é que ele está lindo, esperto, com saúde e feliz!

É isso, eu tinha que postar uma notinha falando sobre o niver dele..rsrsrs

bjos
Boa noite!  :)

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Excelente esta nota q saiu hj no jornal.

Líder da Frente Parlamentar Evangélica, o deputado João Campos (PSDB - CE) confessa que o apoio ao ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, foi usado como moeda de barganha pelos religiosos contra o kit anti-homofobia do Ministério da Educação.
- Nós reunimos, nesta terça-feira (24), a bancada evangélica e a católica, decidimos impor uma série de condições. Se o governo insistisse em manter o kit, bloquearíamos a votação na Câmara e apoiaríamos a convocação do ministro Palocci para dar explicações - relata Campos. 
Depois da ameaça das duas bancadas - que somadas têm mais de 90 deputados e 4 senadores - o secretário-geral da Presidência da República, ministro Gilberto Carvalho, convocou os parlamentares e anunciou o recuo do Planalto em relação ao material. "A presidenta
 
Dilma não gostou dos vídeos, achou o material inadequado, e determinou que não circule oficialmente. Estão suspensas todas as produções de materiais que falem dessas questões", disse o ministro. 
Uma semana antes, o ministro da Educação, Fernando Haddad, havia anunciado que manteria o kit sem alterações, mesmo com a pressão dos religiosos. Campos avalia que houve uma mudança de posição no Planalto. "É claro que o governo se sentiu ameaçado porque está num momento delicado com Palocci, mas é esse o jogo político. Não quiseram nos ouvir antes, agora ouviram". 

segunda-feira, 23 de maio de 2011

meu primeiro selinho!

Oiiii to tão feliz!!!
Ganhei esse selinho da minha mais nova amiga Naira, fiquei mega , blaster feliz, espero poder retribuir esse carinho que está tendo comigo, como vc comentou no seu blog, vc acredita em amizades verdadeiras mesmo sendo virtual, eu tbm acredito nisso, sei que uma amizade pode dar certo assim tbm. Acho até que já deu certo!!!..rsrs
Beijão prá vc

Oque será dos nossos filhos????

Olá

Hoje escrevo toda a minha indignação nesse blog, por conta de uma reportagem que assisti hoje no jornal da Record, falando sobre homofobia nas escolas, gente eu simplesmente fiquei ali parada em frente a tv assustada com aquela reportagem, não sei se vcs viram, mas eles colocaram alguns videos que supostamente serão soltos nas escolas para que as crianças tenham noção do que é ser homossexual, e que isso é uma coisa totalmente natural, simplesmente como se tudo que estava passando ali naquelas imagens fossem normais aos olhos de uma criança, de 10, 11 ou 12 anos de idade.
Gente que País maluco é esse que estamos vivendo, antigamente nos sentiamos acolhidos na escola, assistiamos videos pedagógicos, filmes que falavam sobre a nossa história, aprendiamos a cantar o hino nacional,  coisas que realmente serviriam prá nossa vida lá na frente, e não um video onde uma garota simula beijar a outra na boca e o Sr. André Lázaro dizer em tom sarcástico que ainda não sabiam se mostrariam o video todo em que a menina enfia a lingua na boca da outra.
E pior de tudo, terem gasto mais de 3 milhões de reais , dinheiro que poderia ter sido gasto em melhorias nas escolas, em um projeto que vai ensinar seu filho que é legal ser gay, que é normal meninas beijarem meninas e meninos se relacionarem com meninos, ainda simulando uma transa entre garotos da mesma idade.
Isso me deixou muito irritada, eu não tenho preconceito algum, o problema é que eu mando meu filho prá escola prá que ele aprenda coisas boas que vão servir para o futuro dele, e não prá assistir a esses videos prá deixar a cabeça dele totalmente confusa e deixa-lo constrangido, eu acho que isso cabe a nós 'familia'explicar aos nossos filhos o significado dessas coisas e não a escola querer passar esse tipo de video que prá mim foi um incentivo e não uma prevenção.
Se isso foi um ato de querer melhorar o bulling nas escolas, vai piorar e muito a situação.
Muito me deixou espantada saber que o Sr. Gustavo Hadad, ministro da educação, tenha aprovado uma coisa dessas. E pior parece até motivo de risinhos quando falam do tal programa, num País onde punimos a pedofilia, me aparece uma cara tirando sarro da situação em rede nacional e ainda dando premios aos autores dos videos, sinceramente to decepcionada com as atitudes desse governo.


A palavra de Deus nos diz ensina o menino no caminho que ele deve andar e ele não se desviará dele.

Não tenho nada contra a opção sexual de cada um , mas não podemos admitir que escolas onde nossos filhos são encaminhados para serem educados, se transformem em prostibulos infantis
Quanto a nossa Presidente Dilma o que esses homens querem e bagunçar seu governo, como quem quer dizer que onde governa mulher , pode-se fazer o que quizer. desmoralizando sua autoridade e integridade.
Falo como mulher , mãe e filha que zela pela educação e bons costume dos nossos filhos e de nossa familia.

Se eu tiver escrito algo a mais e que alguém não concorde vai de cada um, a minha opinião é essa.




QUE DEUS TENHA MISERICORDIA DE NÓS E DE NOSSAS CRIANÇAS .

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Blogagem coletiva - Amamentação


Bom depois de ler alguns posts sobre amamentação resolvi falar um pouquinho sobre a minha experiência no assunto.
Quando eu tive meu primeiro filho eu tinha apenas 22 anos, tinha um medo enorme de amamentar, sofri muito de inicio, meu peito rachou, sangrou, mas eu não desisti de amamentar, fui corajosa e continue a amamentação, depois de um tempo eu já não sentia mais dor alguma, comecei a sentir prazer em alimentar aquela coisinha tão preciosa que Deus havia me dado, puxa vida as vezes eu parava prá pensar e ficava olhando enquanto ele mamava, com aquela boquinha tão gostosa. Me sentia super importante por Deus ter me dado a oportunidade de alimentar aquela pequena vidinha. Amamentei  até ele completar 1 ano e 1 mês. Hoje ele está com 10 anos, um menino que nem gripe pega, cresceu forte e sadio, e acho que o leite materno ajudou e muito para o desenvolvimento dele.
Agora quando eu tive meu segundo filho, eu tive tanto leite, mas tanto leite, tinha que tirar todo hora porque meu bebê não dava conta de tomar tudo..rss, mas como já tinha um pouco mais de experiência não sofri tanto de inicio, infelismente quando ele tinha 2 meses de vida teve que ser internado as pressas, pois os médicos diagnosticaram que estava com meningite, eu quase morri quando soube dos exames, não acreditava que meu pequeno estava naquela situação, ele era tão espertinho e eu estava amamentando ele certinho, não tenho a minima idéia de onde ele havia pego essa doença. Ele ficou na UTI por 15 dias e 7 deles em coma induzido, e meus peitos vazavam de tanto leite, era eu chorando e os peitos vazando, parecia que meu bebê estava querendo meu leite, era isso que eu sentia, por fim acabei tirando o leite e guardando no banco de leite do Hospital. Quando meu filho saiu do coma que começou a se alimentar, a médica queria dar leite industrializado prá ele pela sonda, mas eu comecei a insistir prá que ela desse o meu leite, a médica afirmou que ele não tinha forças prá sugar meu peito e que eu não poderia amamentar ele tão cedo. Eu chorava muito, me desesperava todas as vezes em que eu via meu filho sendo alimentado pela sonda, até que um dia eu implorei prá ela deixar eu tentar amamentar ele, e ela vendo meu sofrimento deixou, mas ela continuou afirmando, que ele não conseguiria sugar.
Mas Deus foi tão maravilhoso que fez um milagre naquele momento e meu filho juntou todas as forcinhas que ele tinha e conseguiu sugar, bem pouco mas conseguiu. Até os médicos ficaram impressionados por ele ser tão pequeno e ter ficado tanto tempo entubado e ainda mais com uma doença tão grave, ainda ter conseguido sugar. Sinceramente eu acho que  amor de mãe salva e o meu leite ajudou e muito na recuperação do meu pequeno, eu sempre falava isso no hospital, por fim ele ficou internado por 35 dias, saiu bem debilitado de lá, mas eu continue com a amamentação, insisti muito prá que ele voltasse a sugar como antes. Hoje eu te digo que meu filho é um vencedor, vai completar 4 anos de vida, mamou até 1 ano e 8 meses, bastante tempo né?
Mas posso te dizer uma coisa amamentei com amor, e foi esse amor que ajudou meu filho a se recuperar.
Um amor que Deus só fez aumentar, dia após dia, hoje se eu não contasse oque houve com meu filho, ninguém nunca saberia, porque quando Deus faz um milagre nunca é pela metade, por isso hoje ele é essa criança esperta, linda e sapeca que todo mundo conhece e que me dá um mega trabalho..rsrsr
É essa é a minha experiência em amamentar, uma experiência com final feliz!
Bjos

Ser mãe também é estar no paraiso!!!

Olá queridos!

Quero dizer as vocês mamães de plantão que; ser mãe é também viver no paraiso.
Essas ultimas semanas vive um impasse terrivel, pois coloquei meu filho que vai completar 4 aninhos na escola, mas como podem ter visto outros posts, eu estava aflita, confusa, chorosa, me achando a pior mãe do mundo, mas hoje posso dizer que me sinto feliz e aliviada, pois o pequeno enfim se adaptou!
Aleluiaaaaaa!!!
Essa semana eu fiquei pensando; se ele não conseguir se adaptar não vai ter jeito, mas ele está conseguindo gostar da escolinha, tanto que ele pediu prá não faltar, porque essa semana vai ter uma comemoração da familia, e as professoras vão fazer uma pequena homenagem prá gente, achei tão lindo da parte dele, dizer que não queria faltar!
Mãe é fogo, num tem jeito, chora quando o filho chora, e fica contente quando eles estão contentes, mãe é isso tem que vivenciar, participar, se derreter, e morrer de amor por essas coisinhas fofas que Deus nos Deus.

Puxa vida to orgulhosa viu, achei que não conseguiriamos, mas Deus nos ajudou e está dando tudo certo.

Tudo com amor, paciência e carinho se resolvem!
Boa tarde
bjos

domingo, 15 de maio de 2011

Mamãe quase entrou em pane!

Como é bom rir não é verdade?!
Pois é, hoje meu filho mais velho me fez rir tanto que quase fiz xixi nas calças, ultimamente eu ando tão atrapalhada, que ando dizendo coisas absurdaaaaaaaaaaaas, vou contar prá vcs.

Essa semana tinha um grupinho de meninos jogando bola próximo a minha casa, só que eles toda hora batiam a bola no portão da minha casa, foi então que eu sai na janela e gritei; " Parem de jogar a porta no portão!'' Ai meu filho disse, mamãe não seria a "bola", depois que eu vi a besteira que falei me deu um acesso de riso, eu não conseguia parar de rir, e fora que meu filho disse,"mãe eles estão rindo de vc, que mico''...
Mas não acabou por ai, meu filho tem mania de dormir com relógio no pulso e todas as noites eu tenho que lembra-lo de tirar o danado do braço, ai a noite passado eu fiquei tão irritada de ver ele com o relógio que disse prá ele " menino, tira esse braço do braço agora!!!", foi então que meu filho disse mãe vc tá que tá hein, não seria "tirar o relógio do braço"? Gente do céu eu ria tanto que quase fiz xixi nas calças de novo, oque será que está acontecendo comigo???
Será que é estresse acumulado ou falta de leitura mesmo!?kkkkkkkkkkkkkkkk

Mas me falem, quem não fica maluca com essas crianças, chega uma hora que nós mamães entramos em pane geral, acho que é isso que está acontecendo comigo.

Mas vejo que isso é de familia, uns dias atrás estavamos saindo prá levar o Denis na aula de guitarra, quando o Bubu disse, "mamãe, vc esqueceu de pegar o liquidificador do Denis!", mas que liquidificador? Não seria o amplificador???

Ontem ele me disse, "eu quero suco de macaruja!"

Como assim??? Não seria suco de maracujá!

Eu não poderia esquecer do playstation, o jogo que ele mais gosta  é o Mortal Kombat, e sabem o personagem preferido dele? Por acaso vcs conhecem Baraka?(não sei bem se é esse o nome) mas outro dia ele disse mamãe eu quero jogar aquele jogo que tem o Baraka Obama! Ou seja eu nem  sabia que ele estava no jogo!?kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Ai gente só rindo mesmo dessas pérolas familiares.

Mas tem coisa melhor do que rir?! Coisa boa né!

Boa noite com risos prá vcs!

bjos